Artesãos paraenses devem buscar seu espaço na internet

 

 

Criatividade: temos. Cultura rica em produção de artesanato com materiais diferenciados e únicos: temos. Produtos que podem ser personalizados: também temos. O artesão paraense já tem tudo que é preciso para fazer parte do maior site nacional de compra e venda de artesanato: a Elo7.

A rede, que comemora dez anos de existência, possui hoje 80 mil lojistas no site. Desse total, os paraenses representam 1%: são 200 lojistas. “Esse número parece pequeno, mas é muito importante para nós. Fomos surpreendidos pelo engajamento dos lojistas daqui, que são muito empenhados em divulgação e garantem um grande volume de vendas para o Sul e Sudeste”, explica a gerente de Comunidade da Elo7, Nathália Raggi.

Pela primeira vez, a Elo7 participa da Feira do Empreendedor do Sebrae, não apenas com estande, mas com três palestras na Arena E-Commerce, contando um pouco mais sobre a venda online de artesanatos no país. “Estamos aqui para mostrar essa possibilidade ao lojista: que ele pode viver de vender na internet. É seguro, é confortável e aumenta a área de alcance do produto dele”, comenta Raggi.

A artesã Camilla Amarall afirma que namorava a plataforma há algum tempo, mas ingressou de vez no final do ano passado. “Quando se fala sobre vendas na internet, somos sempre bombardeados de informação. Eu pesquisei bastante e a Elo7 foi a que melhor atendeu minhas expectativas. Eles unificam todo o processo, me mantém informada de tudo e te dão dicas valiosas”, explica.

Além do blog, o Elo7 mantém um canal no Youtube com dicas que vão desde como fotografar o produto para torná-lo mais atrativo, como informações para envio pelos Correios e orientações de marketing. “Principalmente, incentivamos os lojistas a se manterem antenados, porque é preciso estar ligado no que está na moda nesse momento e inovar”, pontua Nathália Raggi.

Nathália ministrará mais duas palestras na Arena E-commerce na Feira do Empreendedor 2018: “Venda online de produtos criativos” nesta sexta-feira (18), a partir das 16h e “Produtos personalizados: como vender”, sábado no mesmo horário. A feira é aberta ao público, basta se inscrever no www.feiradoempreendedorpa.com.br.